Campos dos Goytacazes Implantação do Samu

Campos apresenta progresso da implantação do Samu durante reunião no Rio

A Central de Regulação, localizada em Campos e que atenderá aos oito municípios da região, já foi implantada e as atividades com as ambulâncias já foram iniciadas

Por Redação

12/06/2024 às 15:12:46 - Atualizado há
Foto: Divulgação
Com o intuito de apresentar o progresso da implantação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) na região Norte Fluminense, o município de Campos, através da coordenadora da Central de Regulação do Samu, Natália Cunha, participou da 2ª Reunião Conjunta dos Consórcios Intermunicipais sobre os Samu regionais, nesta terça-feira (11), no Auditório da Secretaria de Estado de Saúde (SES/RJ), em Rio Comprido (RJ). O gerenciamento do Samu está a cargo do Consórcio Público Intermunicipal de Desenvolvimento do Norte e Noroeste Fluminense (Cidennf), representado pelo diretor de Planejamento e Desenvolvimento Regional, Cristiano Berenger.

Na oportunidade, Natália destacou que a Central de Regulação, localizada em Campos e que atenderá aos oito municípios da região, já foi implantada e que as atividades com as ambulâncias foram iniciadas. A apresentação foi feita para a secretária de Estado de Saúde, Cláudia Maria Braga de Mello, para o gestor de apoio da Região Norte Fluminense, Eduardo Lenine, e representantes das demais regiões de saúde do Estado.

Nessa reunião, segundo a coordenadora, foi reforçado pela secretária de Saúde o repasse de custeio das atividades do Samu e mais repasse para a construção das bases descentralizadas do serviço. "Foi um encontro muito importante nesse sentido de garantia do Estado, do apoio às atividades que estão sendo realizadas pela região", salientou.

Durante o encontro, os quatro consórcios que se encontram em processo de assumir a gerência do Samu Regional, de suas regiões, apresentaram o andamento do mesmo para a implantação, foram eles: Consórcio Intermunicipal de Saúde da Baixada Litorânea (Cisbali); Consórcio Público Intermunicipal de Desenvolvimento do Norte e Noroeste Fluminense (Cidennf); Consórcio Público Multifinalitário no Noroeste (Conspnor) e Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Serrana (CIS-Serra).

Natália disse que com o início das atividades da central temporária, foi possível liberar as ambulâncias do Samu que já estão circulando no município de Campos. Para ela, a união entre os consórcios e os esforços do grupo de trabalho foram fundamentais para essas conquistas.

"Essa é uma semana de muita comemoração, porque conseguimos inaugurar nossa central temporária e liberar as nove ambulâncias de Campos dos Goytacazes. Além disso, já começamos as primeiras atividades do Samu e conseguimos liberar as bases de São João da Barra e São Francisco de Itabapoana. Dessa forma, estamos começando pelas pontas para fazer toda essa junção na central de regulação. Estamos muito felizes com esses avanços", pontuou.

Também participaram da reunião representantes do Consórcio Intermunicipal Saúde Baixada Fluminense (Cisbaf); do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paraíba (Cismepa); do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Centro-Sul (CIS-CS) e do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento do Leste Fluminense (Conleste).

SAMU – Campos iniciou, na última segunda-feira (10), o funcionamento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. O momento, que representou um grande avanço no atendimento de urgência e emergência para a Região Norte Fluminense, foi marcado por um ato simbólico de apresentação das ambulâncias na Praça do Santíssimo Salvador, no Centro da cidade. Na ocasião, foi anunciada a aprovação, pelo Ministério da Saúde, do projeto de construção da Central de Regulação do Samu, cujo local escolhido fica ao lado da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no subdistrito de Guarus.

*Secom
Comunicar erro
Campos Informa

© 2024 Campos Informa - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Campos Informa